Como Tudo Começou Voltar

Como Tudo Começou


 

Dentro de uma família confortável em se manter no seu lugar, em Curitiba, nasceu uma menina inquieta para sair pelo mundo: Jo Cintra.

 

Um passo para esse mundo se encontrava a algumas janelas abaixo de sua casa: uma agência de viagens onde arrumou seu primeiro emprego aos 16 anos.

 

Admirada pela beleza dos aviões, Jo sonhava em ser aeromoça. Mas se a prioridade era sair do lugar, a primeira oportunidade que surgisse estaria valendo. Quando ganhou sua primeira semana de férias, foi em um ônibus para Buenos Aires para realizar o sonho da primeira viagem.

 

Logo, foi se apaixonando pela experiência de explorar lugares diferentes, conhecer culturas novas, pessoas interessantes.

 

Na imprevisibilidade e instabilidade do mundo do turismo, foi construindo sua carreira profissional, enquanto implodia o mundo concreto, previsível e estável que a família tinha sonhado para ela.

 

E, assim, abandonou o projeto de ir cursar Engenharia para se dedicar integralmente à agência. Uma experiência que, para ela, foi como uma faculdade, por onde passou por todas as etapas. Começou emitindo passagens rodoviárias, logo aprendeu o que era emitir uma passagem aérea internacional, depois entendeu o que era um roteiro completo.

 

Essa experiência e um estágio na empresa aérea Cruzeiro do Sul a prepararam para uma nova etapa de sua jornada profissional: a mudança para Florianópolis, para onde foi trabalhar a convite de outra agência de viagem.

 

Agora, Jo deixava um pouco de lado a rotina operacional - que nunca largou totalmente - para iniciar a construção de relacionamentos com os clientes. Nessa nova fase, passou a acompanhar grupos em viagens de incentivo, lazer, excursões com jovens para a Disney, enfim, todo tipo de aventura.

 

Só depois de 7 anos trabalhando na área, com uma boa bagagem acumulada, Jo decidiu estudar o Turismo. Mas não faria sentido se não pudesse fazer dessa experiência uma grande jornada. Assim, pediu demissão, fez as malas e foi morar em Londres por 2 anos. Junto ao curso, estudou inglês, morou em diferentes lugares e conheceu muito lugares.

 

Naquele momento, a Inglaterra vivia um período de abertura com a crescente imigração de povos das antigas colônias britânicas. Para Jo, foi também a sua grande abertura pessoal para o mundo. Mais do que formada em um curso, ela voltou ao Brasil sentindo-se verdadeiramente uma cidadã global.

 

Por isso, já não cabia voltar à rotina anterior. Ela até tentou, mas um mês depois saiu para empreender a própria agência. Um lugar onde, ao seu jeito, pôde oferecer todo o leque de serviços que já tinha em sua bagagem profissional.

 

Agora ela era a comandante de seu próprio avião. E tinha noção de que a única certeza é a de que enfrentaria tempo instável pela frente. Por isso se preparou para pilotar e manter sua empresa na rota em meio ao caos: fechamento de companhias aéreas, 11 de Setembro, variações cambiais, crises econômicas, a chegada da internet.

 

Passando por todas as turbulências, o avião seguiu sua trajetória para se tornar uma das maiores agências de turismo de Santa Catarina.

 

A estratégia de Jo Cintra nessa jornada foi seguir viajando para estudar o mercado. Assim, teve sempre como prática a ida a diversas feiras de turismo dentro e fora do Brasil para entender as mudanças, as novas rotas e estratégias que poderia adotar.

 

Aos 60 anos, o céu era de brigadeiro. Sua carreira seguia de forma estável, rumo a aposentadoria. Mas a menina inquieta ainda estava mais viva do que nunca.

 

E foi nessa inquietude que Jo buscou a coragem para sair da empresa que ajudou a construir, já consolidada, para empreender o que acreditava ser o futuro do turismo: as viagens personalizadas.

 

Assim nasceu a Jo Cintra Tailor Made Tours, a realização de um novo sonho, de oferecer um serviço com a sua marca: o relacionamento próximo, o entendimento profundo do que um viajante precisa, a oferta de um guia confiável, que busca as experiências mais adequadas a cada viajante e junto com cada um, planeja e resolve tudo o que é preciso, seja qual destino for.

 

No início, Jo não tinha muita segurança se estava fazendo a escolha certa, de deixar uma carreira de 28 anos em agência para empreender a esta altura da vida em um segmento pouco conhecido.

 

Mas, sabendo que, em essência, o que entrega é o melhor do seu serviço, ela seguiu confiante, sabendo que não haverá caminho se ninguém se arriscar a desbravá-lo.

 

Hoje, 5 anos depois dessa nova trajetória, Jo vê que junto a uma equipe comprometida está construindo a realidade que sonhou, ao ter a agência reconhecida como “top seller” pela rede “Leading Hotels of the World” e com indicação de premiação do grupo “Virtuoso”, referências globais em seu segmento.

 

Por trás disso está seu papel de anfitriã, que em uma viagem está de olho no bem-estar das pessoas, cuidando de toda a experiência. E ao fazer disso uma missão para a qual se entrega de coração, Jo acaba promovendo vínculos com os grupos que anfitria. Laços que vão além da viagem e seguem se perpetuando em encontros e, claro, novas aventuras.

 

Assim, ela, sem ter a intenção, cria uma comunidade de viajantes que já se habituaram a contar com o seu toque especial no atendimento, o seu mimo durante uma estadia, o seu sorriso e alegria presente em qualquer viagem, esteja ela junto ao grupo ou não.

 

E é dessa forma que Jo pretende seguir em sua atividade. Criando uma cultura de viagens especiais que ela pode continuar alimentando, esteja morando em Florianópolis, Londres ou qualquer canto do mundo.

 

Afinal, a menina inquieta que desde cedo quebrou as fronteiras de sua cidade para pôr os pés no mundo, tem asas nos pés e quer continuar viajando. Podem ser lugares novos ou conhecidos, pode ser anfitriando grupos ou atualizando seu conhecimento e fazendo novas conexões em feiras. Não importa.

 

Toda e qualquer viagem para Jo sempre será como a primeira vez. Com um olhar aberto a alguma nova descoberta. Com energia para andar, andar e andar, até doer os pés.



Mantenha-se atualizado com as últimas notícias e outras coisas. Inscreva-se